Certidão de Casamento

O que certidão de nascimento?

Quando um casal resolve partir para a vida dois em um regime consensual, o casamento se torna próximo.

Mas, afinal, além da cerimônia, o que será responsável por garantir que o matrimônio realmente ocorreu?

Perante a sociedade civil, o casamento civil é o responsável por atestar a comunhão plena de vida entre um casal, e a certidão de nascimento é o registro desse ato.

Segundo o Código Civil brasileiro, a monogamia é o regime que se baseia o matrimônio, ou seja, somente um cônjuge.

Assim, para casar-se a pessoa precisa estar no estado civil como solteira (o), divorciado (a) ou viúva.

Após a cerimônia, a Certidão de Casamento será o documento que comprovará que realmente ocorreu a solenidade.

Se você deseja dar entrada ao processo de casamento o primeiro passo é ir a um Cartório de Registro Civil, a fim de dar entrada ao processo de habilitação, portando os documentos solicitados.

Estando habilitados, o casal pode realizar a solenidade em até 90 dias após dar entrada ao processo. Ou seja, é importante que ambos noivos tenham em posse a certidão de nascimento para dar entrada no processo de casamento.

No caso de menores de idade (com mais de 16 anos) é necessária que seja apresentada a autorização do responsável.

As taxas para o casamento costumam variar de acordo com cada estado, e levam em consideração também a divulgação dos proclames.

É possível que o casal realize o casamento sem pagar as taxas que, em média, podem chegar a R$ 400,00, mas para que isso ocorra é necessário apresentar um atestado de pobreza, que garanta a isenção das taxas.

Pessoas, no cenário atual, que desejam unir-se e oficializar judicialmente esta relação se utilizarão da certidão de casamento. O documento comprova a união civil entre pessoas em relacionamentos heterossexuais. A partir do uso e com o uso da certidão de...

Leia mais